domingo, 23 de julho de 2017

Morando Junto - o que ninguém conta

Resultado de imagem para gif de casal
Imagem retirado do rebbloggy
Estava com vontade de falar há dois, de conversar sobre casal e compartilhar as coisas boas e ruins, então resolvi abrir mais uma seção aqui no blog, para compartilhar com vocês sobre a vida de casada!

Eu moro junto do meu "namorido" há quase dois anos (vai completar em Setembro), optamos por escolher juntar as escovas de dentes, antes da Nicole nascer, assim teríamos um tempinho para nos acostumar. Mas o fato é que você não acostuma, ou eu, pelo menos nesses dois anos ainda não me acostumei, tem muita coisa que acontecem e que ninguém te conta quando você resolver morar com outra pessoa.

- Morar junto é como uma empresa em sociedade!
Vamos pensar que a casa é sua empresa e que seu parceiro é o seu sócio e que para as coisas funcionarem deve ter o empenho dos dois no negócio. Nem sempre é um mar de rosas, o amor deixam as coisas bem mais leves, mas as burocracias vão ferrando com tudo. A chave do sucesso talvez seja dividir as tarefas e buscar sinceridade em todas as coisas que envolvam a casa.

Resultado de imagem para vida a dois
Imagem retirada do Google

Resultado de imagem para foto de casal na rotina
Imagem retirada do Google
- Nem tudo é como era antes...
Engana se você que idealizou aquela pessoa de um jeito, sem defeitos e nem problemas exista por mais de 1 semana morando com você. Você vai conhecer o verdadeiro "EU" da pessoa amada, assim como ela vai conhecer o seu. Vai pensando que aquela pessoa que você começou o namoro, vive cheirosa, não vai ao banheiro e muito menos solta um pum. Ops, mentira. Ela faz tudo o que você faz e com uma dose a mais de humor, ou não. Acorda querida, você pode se decepcionar, ou levantar a cabeça e descobrirem as melhores coisas um do outro com o passar do tempo!

- Cade a sua individualidade?
Pois bem, essa é a parte mais difícil de aceitar quando você mora junto. É mais fácil de falar sobre dividir as tarefas e os bens, mas se esquecem que cada um tem uma personalidade e particularidades que devem ser preservadas. Muitos casais, passam por isso no começo, ou durante todo o relacionamento... Confesso que sinto que estou sempre passando por isso, mas é tão difícil!
No começo da coisa, sacrificar o que você gosta, passatempos e hobbies só pra ficar com o eu love, parece coisa de casal unido, não? Pode até ser, mas chega um hora que enche o saco e vão levando o jogo pro buraco. Respeitar o que o parceiro gosta de fazer e deixá-lo fazer é fundamental para o relacionamento, se ele gosta de jogar futebol e vídeo game, deixe o fazer. Se ela gosta de ficar na cama lendo revista e comendo besteira, deixa a fazer. Com o tempo, o casal vai esquecendo dessas coisas e vai ficando cada vez mais dependente um do outro: não faço porque não faz... Vale a tentativa de manter sempre os assuntos individuais interessantes, assim você não vai perder ao longo da vida aquela pessoa marcante que você conheceu.

- O silêncio não mata e ficar sozinho fortalece.
Você não precisa estar sempre como uma sombra atrás do seu parceiro, não precisa estarem sempre no mesmo cômodo da casa. Ficar sozinho em alguma parte da casa, fazendo o que tem vontade, faz com que as coisas sejam mais tranquilas. Você não precisa estar o tempo todo um na presença do outro. E mesmo quando estiverem e não houver assunto, silêncio entre ambos pode significar muita coisa. Não adianta você querer tagarelar a vida, sendo que o outro não ta nem um pouco afim de ouvir. Busquem ser agradáveis e quando não conseguirem, fiquem sozinhos.

- Buscar a diversão onde nem sempre a gente acha.
É um saco trabalhar o dia todo e ainda chegar em casa e ter milhões de coisas a serem feitas, jogar de um para o outro, não vai fazer com que as coisas estejam prontas no momento exato. Então porque não dividir as tarefas e melhor ainda se forem feitas juntas. Cozinhar, limpar a casa, cuidar das plantas, dos filhos e dos animais. Montar coisas novas, mudar o que já estava feito. Tudo isso vale como uma diversão, é só procurar o humor por trás delas.

Resultado de imagem para foto de casal na rotina
Imagem retirada do Google
Tudo tem o seu lado bom e ruim, basta tentar conviver em harmonia e sendo sinceros um com o outro. Morar junto não é a tarefa mais fácil da vida, mas pode ser a muito prazerosa se vocês foram companheiros e amorosos um com o outro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário