Tecnologia do Blogger.

5 dicas para lidar com as emoções da criança



Olá meus amores!

Tudo bem?

Lidar com emoções quando adultos já é difícil, temos que ter muito jogo de cintura e autoconhecimento. Imagina quando crianças, a dificuldade em lidar com emoções é extrema e precisam ser cuidados bem de pertinho.


Resultado de imagem para crianças emocionais"
Imagem retirada do Google

Para isso, Heloísa Capelas, CEO do Centro Hoffman no Brasil trouxe 5 dicas de como ensinar os seus filhos a lidar com as emoções.

1. Apoiar as emoções do seu filho sem colocar limites 
Este é o primeiro passo para que ele entenda o que esta sentido e como lidar com isso. Deixe o expressar tudo o que sente e a falar tudo o que pensa, lembrando sempre que a decisão final é do pai e da mãe. Ele tem o poder de chorar e de sentir raiva, porém de maneira adequada para tal. Ressaltando que quanto mais certeza do seu posicionamento, mas o seu filho vai entender que a família é um sistema hierárquico.
"Entendo que você está muito bravo porque a mamãe disse não. Acho que você tem razão, mas aqui não pode gritar. Quando formos para casa, você pode chorar na sua cama" 

2. A importância do "Não", para casa não inclua três "Sim"
Falar não é muito importante e os pais precisam aprender a dizer "não" para o bom desenvolvimento da criança, lembrando que toda criança precisa de 50% de amor e 50% de frustração. 

3. Não sobrecarregue a rotina diária de seu filho
Ao programar uma rotina cansativa, cheia de coisas a fazer ou até mesmo exagerar nas cobranças, pode passar uma percepção de uma vida adulta perigosa e exaustiva. Como a ideia de que nem todo o esforço do mundo irá bastar para que se sintam verdadeiros ou capazes de realizar os seus objetivos. Exagerar nessa cobrança faz com que almejem a perfeição e nós adultos sabemos que a perfeição é inalcançável.

4. Sempre converse com o seu filho, mantenha um diálogo aberto
Estimular a comunicação da criança faz com que ela tenha facilidade de se comunicar e de se relacionar com outras pessoas em sua fase adulta. "A comunicação envolve não só o desenvolvimento cognitivo e intelectual – de pensamentos e leitura dos contextos e acontecimentos –, mas também o desenvolvimento emocional."
Ao estimular um diálogo e escutar o seu filho, você dá o direito a ele de poder se explicar, expressando as suas emoções e vontades. Tenha em mente que abrir um espaço como esse não faz com que ela seja a dona da verdade.

5. Autoconhecimento e sua Inteligência Emocional
Para conseguir ajudar o seu filho a lidar com as próprias emoções, você como pai e mãe precisa conhecer os seus próprios sentimentos e emoções.Pois as crianças nos veem como espelhos, portanto se os pais utilizarem o próprio jeito de lidar com suas emoções não precisarão de nenhum manual, vai bastar para as crianças fazerem o mesmo. "Pais que constroem a própria felicidade são aqueles que dão o melhor exemplo aos seus filhos."


Nenhum comentário